Explorando a Barquinha

A área Explorando a Barquinha tem como tema a “barquinha”, designação do concelho. Selecionaram-se sítios, artefactos e outros aspetos característicos de VNB (ex. ponte romana da Atalaia, ribeira da Atalaia, embarcações características, escavações arqueológicas) para explorá-los na perspetiva da ciência e da tecnologia.

A área “Explorando a Barquinha” é constituída por 6 módulos-desafios.

14 | Descobre a chave certa e verifica a fechadura!

14

Explorar um conjunto de chaves de diferentes épocas averiguando a que fechaduras correspondem.
Observar o interior de cada fechadura verificando o seu funcionamento.
Construir as suas próprias fechaduras na oficina Inventa & Experimenta.

15 | Constrói e testa a tua ponte!

15

Neste módulo o visitante pode construir uma ponte seguindo os princípios de construção usados na ponte “romana” situada na Ribeira de Atalaia e testar a sua resistência, andando em cima dela.

16 | Mantém a barca em equilíbrio!

16

Entrar dentro da barca.
Carregar a barca de forma a mantê-la em equilíbrio.
Explorar mecanismos de apoio ao carregamento das mercadorias para o interior da barca.
Visualizar um vídeo com entrevista ao Senhor José (o calafate), artesão de barcas de VNB.

17 | Testa a tua força!

17

Explorar o funcionamento de diferentes sistemas de roldanas de forma a perceber em qual deles exerce menor esforço para elevar o balde.

18 | Descobre o que está no fundo do poço!

18

Observar o fundo de um poço “mágico”. Verificar a formação de imagens de dois espelhos planos em posição paralela.

19 | Experimenta na ribeira!

19

Explorar um circuito de água que pretende simbolizar uma parte da Ribeira de Atalaia, experimentando diversos dispositivos (ex. bomba de água manual), pilotando barcos telecomandados e testando alguns dos inventos e projetos (ex. jangadas) desenvolvidos na oficina Inventa & Experimenta.

20 | Descobre vestígios e aprende sobre o passado!

20

Explorar um terraço de exploração arqueológica e geológica experimentando processos de escavação, datação, restauro e realização de réplicas de objetos encontrados.
Este espaço constitui-se como uma alusão simbólica da escavação arqueológica de Atalaia.